Corpo do menino de 10 anos que morreu baleado no Espírito Santo é sepultado em Divinópolis


O corpo de Vitor Hugo foi sepultado no Cemitério Parque Divino Espírito Santo, na manhã deste sábado (2). O garoto passava a virada do ano com a família em Marataízes e foi atingido por uma bala perdida na praia. O corpo de Vitor Hugo, de 10 anos, que morreu baleado em Marataízes (ES), foi sepultado no Cemitério Parque Divino Espírito Santo, em Divinópolis, neste sábado (2). A informação foi confirmada pelo Serviço Municipal do Luto. A criança morreu durante a virada de ano, na noite de quinta-feira (31) para sexta.
O corpo de Vitor chegou à cidade por volta das 10h20 e foi velado, em uma rápida cerimônia no Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) do Bairro Lagoa dos Mandarins, onde ele morava com a família. O sepultamento ocorreu por volta das 11h20.
Na rede social, a mãe de Vitor Hugo lamentou a morte do filho.
“Oh meu filho, tiraram a sua vida e você era tudo que eu tinha”.
Vitor Hugo morreu vítima de bala perdida no Espírito Santo
Facebook/Reprodução
Em outra postagem, ela falou sobre o retorno a Divinópolis para sepultar o filho:
“Venho aqui atrás de uma perda grande na minha vida, comunico que pedir meu filho de 10 anos, tiraram a vida dele, por uma bala perdida. Então, quem conheceu meu filho ele vai ser velado no Cmei do Lagoa dos Mandarins. Todos os nossos amigos vão espera a chegada dele na entrada do Lagoa dos Mandarins, com balões brancos. Quero agradecer todos vocês que estão me dando força nessa perda tão grande para mim”, desabafou na rede social.
Menino de 10 anos morto em Marataízes, mãe desabafou na rede social
Facebook/reprodução
Conforme informações da TV Gazeta Vitória, afiliada Globo no Espírito Santo, a Polícia Civil investiga o caso. Vítor estava na praia e nas imediações do local ocorreu um homicídio. O garoto foi atingido por uma bala perdida. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e teve o óbito confirmado no hospital.
A família contou que passar o réveillon no litoral capixaba foi um pedido do garoto. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Thiago Viana, testemunhas foram ouvidas e as imagens das câmeras do circuito de segurança da orla serão usadas para ajudar a identificar o atirador.
Duplo homicídio
Pueblo Zabibone de Sousa, de 18 anos, foi morto na orla da praia durante a festa da virada. O jovem morava em Cariacica (ES) e estava na cidade para passar o Ano Novo. Ele levou vários tiros, a maioria no rosto. Foi um dos disparos feitos para matar o rapaz que acertou o menino Vitor Hugo. Segundo a Polícia Civil, o motivo do crime teria sido uma confusão por causa de fogos de artifício.
Os corpos das vítimas foram levados para o Instituto Medico Legal (IML) de Itapemirim (ES). A família de Pueblo esteve no IML para fazer a liberação do corpo, mas não quis gravar entrevistas.
O padrasto de Vitor, relembrou os últimos momentos com o garoto e disse que a viagem havia sido um presente de Natal pedido por ele.

Ultimas notícias

EQI contrata novo economista-chefe como parte de seu projeto de expansão

O agente autônomo EQI, de Juliano Custódio, contratou Bernardo Motta, com passagens pelo banco BTG Pactual e da gestora Asset One, para ser seu...

Sicoob Credimota lança a campanha #MuitoMaisSeu

Vídeos convidam as pessoas e as empresas a trocarem o atendimento ultrapassado dos bancos por um lugar moderno,...

Como pode não ver a gravidade de Bolsonaro? (por Juan Arias)

Hoje no Brasil há somente duas posturas na política; ou se está a favor da vida ou contra os que brincam com ela. Nada...

MP apura se secretário que deu vacina contra a Covid-19 à 'mulher da vida dele' também furou fila de imunização

Gestor da Saúde de Pires do Rio pediu exoneração do cargo após ser afastado por decisão da Justiça....
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com