Prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela apresenta melhora substancial e usa válvula para conversar


Quadro de saúde evolui positivamente todos os dias, segundo o filho do político, Daniel Vilela. Maguito está internado há mais de dois meses em UTI para tratar complicações causadas pelo coronavírus. Maguito Vilela apresenta melhora no quadro de saúde
O prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela, apresentou uma melhora substancial no quadro geral de saúde, segundo o filho do político, Daniel Vilela. O prefeito está internado há mais de dois meses em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratar complicações causadas pelo coronavírus.
“[Maguito] se encontra em processo de recuperação física através de fisioterapia intensa, oscilando em ventilação de suporte e outro equipamento que chama bipap, que tem uma ventilação menor. Mas melhorando substancialmente”, revelou Daniel Vilela.
A melhora no quadro de saúde possibilitou também a Maguito iniciar tratamento com uma fonoaudióloga, onde faz exercícios para as cordas vocais. A melhora nos pulmões permitiu ao político usar um equipamento para tampar o buraco da traqueostomia e, assim, voltar a falar.
Maguito Vilela foi empossado como prefeito de Goiânia na sexta-feira (1º) por assinatura eletrônica, direto da UTI. Na data, o médico Marcelo Rabahi definiu o dia como o melhor da recuperação do político.
Maguito Vilela em foto tirada em 12 de novembro, antes de ser entubado pela segunda vez
Reprodução/Instagram
Histórico de internação
Maguito testou positivo para o coronavírus em 20 de outubro de 2020. Dois dias depois, foi internado em um hospital de Goiânia.
Em 27 de outubro, ele recebeu diagnóstico de até 75% de inflamação nos pulmões e foi transferido para São Paulo. Em 30 de outubro, Maguito foi entubado, pela primeira vez, após piora no quadro respiratório. Em 8 de novembro, ele voltou a respirar sem o equipamento.
O político apresentou piora e foi entubado novamente em 15 de novembro, dia do primeiro turno das eleições. Dois dias depois, o candidato iniciou o tratamento respiratório com ECMO, uma máquina que imita as funções dos pulmões.
Em 3 de dezembro, após testar negativo para Covid-19, Maguito foi transferido para um leito de UTI comum do hospital. Depois de dois dias, a ECMO foi retirada.
No dia 11, o político apresentou um sangramento nos pulmões e passou por uma cirurgia para controlar o quadro. Após o procedimento, ele não teve mais hemorragias nos órgãos e voltou a ter um quadro estável, com redução dos sedativos.
Em agosto de 2020, Maguito perdeu duas irmãs para a Covid-19 em um intervalo de menos de 10 dias. Elas tinham 82 e 76 anos e moravam em Jataí, cidade natal do político, localizada no sudoeste de Goiás.
Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
VÍDEOS: coronavírus em Goiás

Ultimas notícias

21 de janeiro, quinta-feira

Bom dia. Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado. Um novo capítulo: o governo...

David Tygel também deixa o Boca Livre, quatro dias após Zé Renato e Lourenço Baeta saírem do grupo

A razão da debandada é a divergência política dos artistas com o integrante Maurício Maestro. ♪ O cantor...

Bolsonaro cumprimenta Biden e exalta relação ‘sólida’ entre Brasil e EUA

O presidente Jair Bolsonaro cumprimentou Joe Biden pela posse como novo presidente dos Estados Unidos em publicação postada nas redes sociais na tarde desta...

Cantora gospel Amanda Wanessa respira sem ajuda de aparelhos, diz família em rede social

De acordo com postagem no Instagram, na noite desta quarta-feira (20), o 'quadro clínico dela evoluiu ainda mais'....
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com