Roberto Campos Neto fica mais forte para suceder Guedes

Se por acaso precisava de aval internacional, Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, já não precisa mais para suceder a Paulo Guedes no Ministério da Economia. Basta que Guedes peça as contas ou que se sinta forçado a pedir.

Graças ao seu desempenho no ano da pandemia da Covid-19, Campos Neto foi eleito como o presidente de banco central do ano pela prestigiada revista britânica The Banker, que é do grupo do jornal Financial Times.

“Enquanto no início de 2020 as expectativas eram de que a maior economia da América Latina se contraísse em mais de 9%, os números foram revistos drasticamente no final do ano para cerca de metade disso”, avaliou a revista.

Por ora, Guedes teima em permanecer no cargo, embora tenha dito em sua última entrevista do ano passado que não prometerá mais nada. Foi cobrado por prometer reformas que não aconteceram e privatizações que não aconteceram. Saiu de férias.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Lideranças femininas ganham espaço em empresas de tecnologia no Brasil

O poder do exemplo Com quase vinte anos de carreira em serviços digitais, trabalhou na inserção do PayPal no Brasil, em 2010. Antes disso, gerenciou...

Veja fotos de mineiros recebendo a 1ª dose da vacina contra a Covid

Expectativa é que esta primeira etapa da vacinação termine ainda nesta sexta-feira (22) em Belo Horizonte e até...

O quase casal Bruna Marquezine e Enzo Celulari

Nada como um ano após o outro para fazer a fila romântica andar. Depois de passar o réveillon com um bando de amigas em...

A hora H

Junte-se o mal-estar do presidente da República na presença da vacina contra o vírus com a falta de auxílio de emergência aos pobres, acrescente-se...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com