Rodrigo Maia eleva o tom e chama Bolsonaro de covarde

Ou o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) está convencido de que elegerá Baleia Rossi (MDB-SP) para sucedê-lo na presidência da Câmara, e por isso elevou o tom de suas críticas ao governo e a Jair Bolsonaro, ou teme perder a parada, e por isso decidiu ir para o tudo ou nada. A primeira hipótese é a mais provável.

Maia diz estar acostumado a viver sob pressão desde que dividiu o útero de sua mãe com uma irmã gêmea. Ela nasceu primeiro. Ele atrasou-se um pouco. Desde então parece sempre apressado. De mais a mais, não gosta de levar desaforos para casa – e costuma respondê-los de bate pronto.

Bolsonaro está jogando pesado para derrotar Maia, elegendo para o seu lugar o deputado Arthur Lira (PP-AL). Não perde uma ocasião de fustigá-lo, nem Maia deixa passar a ocasião de dar o troco. Foi o que voltou a fazer em defesa do ministro da Saúde de quem , por sinal, não gosta nem um pouco.

A VEJA publicou que Bolsonaro culpa o general Eduardo Pazuello, ministro da Saúde, pela perda de popularidade e o atraso na compra e no início da vacinação em massa contra o coronavírus. Maia meteu-se no imbróglio. Em sua conta no Twitter, o deputado chamou Bolsonaro de covarde.

Em seguida, entrevistado pelo apresentador José Luiz Datena, da Rede Bandeirantes de Televisão, Maia reafirmou o que havia postado e justificou-se:

– Chamei, porque quem nomeia os ministros, quem determina a política é o presidente. Se o ministro errou, quem errou foi o presidente. O ministro é um subordinado do presidente. Quando ele quer transferir para o ministro a responsabilidade, é um sinal de covardia total.

Ao Painel, coluna da Folha de S. Paulo, foi além:

– Está na hora de todo mundo colocar de forma clara essa indignação. Não podemos mais aceitar um ministro que não entende de saúde e um presidente irresponsável que nega o vírus. Estamos cansados desse negacionismo e dessa irresponsabilidade. Está na hora de uma reação forte de todos os brasileiros.

Nas redes sociais, Maia não respondeu à pergunta mais insistente que por lá apareceu: estaria disposto a abrir um processo de impeachment contra Bolsonaro a quem culpa por uma parcela das mais de 200 mil mortes provocadas pelo vírus? Maia tem até o último dia deste mês para fazer isso se quiser.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Negócio entre Hapvida e Notre Dame está ‘além do ponto de voltar atrás’

De acordo com um dos negociadores do acordo de fusão entre as operadoras de benefícios na área da saúde Hapvida e Grupo Notre Dame...

Vídeo mostra deputado federal no local da queda de avião com delegação do Palmas momentos após acidente

Imagens mostram Carlos Gaguim próximo da aeronave em chamas. Acidente aconteceu no último domingo (24) e deixou seis...

GameStop: a empresa que passou de US$ 1,3 bi para US$ 22,4 bi na bolsa dos EUA este ano

Num movimento orquestrado em um fórum de discussão do Reddit, investidores fizeram as ações da loja de rede...

Torcedores do Palmeiras fazem festa antes de embarque para o RJ; assista

O Palmeiras contou com o incentivo de dezenas de torcedores antes de embarcar para o Rio de Janeiro, onde enfrenta o Santos, a partir...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com