Ex contesta versão de mulher que o denunciou em rede social e fala que foi traído e ameaçado: 'Tenho provas'

Homem afirmou que não impede a ex-companheira de ter outros relacionamentos e que somente pretende “ficar em paz”. Ele ainda diz que não foi notificado da decisão em usar tornozeleira eletrônica em MS. O ex-marido da cabeleireira, de 49 anos, contesta a versão apresentada pela mulher após ela usar a rede social para afirmar que foi vítima de um relacionamento abusivo, além de perder a guarda dos filhos. O homem, que é bacharel em Direito, falou que foi traído pela até então companheira, quando ela estava grávida do segundo filho em comum, sendo que possui provas.
“Tudo o que ela falou em rede social é somente para incitar o ódio, para ter ali o pré-julgamento das pessoas que nem conhecem a história. A Justiça deu a guarda das crianças para mim porque tenho provas, mas, está tudo em segredo e não vou entrar em detalhes. Ela me traiu ainda grávida. Tenho fotos e vídeos. Além disso, fui ameaçado de morte por ela e o atual companheiro”, disse o ex-marido.
Conforme o relato dele, o casal ficou junto por cerca de 5 anos e a separação teria ocorrido por conta da descoberta do relacionamento extraconjugal. “Eu sempre cuidei bem dos meus filhos. Tenho dois com ele e mais três filhos. Eles são apegados a mim. Sou eu quem levo e busco na creche e, às vezes, conto com apoio da minha mãe. Mas, nunca impedi o contato dela e inclusive fui em quem propus a guarda compartilhada”, comentou.
Por fim, o homem disse que não impede a antiga companheira de ter outros relacionamentos e que somente pretende “ficar em paz”. Sobre a tornozeleira eletrônica, ele fala que não foi notificado e que, “infelizmente”, é o procedimento na delegacia e que as queixas ocorrem sem ele ser ouvido.
Entenda o caso
A cabeleireira de 36 anos usou a própria rede social, no último domingo (10) para fazer um apelo e dizer que está com “muito medo” das atitudes do ex-companheiro. Ela ressalta que o homem não aceita o fim do relacionamento e nem que ela se relacione com outra pessoa, sendo que “usa os filhos em comum” para fazer provocações.
Conforme a cabeleireira, a denúncia na rede social foi uma maneira de “chamar a atenção” para o caso dela. “Não é a primeira vez que ela pega meus filhos e some. Quando a menina, que hoje está com 5 anos, estava com um ano e 10 meses, ele fez a mesma coisa. Sumiu por 10 dias e eu usei meu Facebook para fazer um apelo, quando ele trouxe ela de volta. Ele não respeita a lei, não está preocupado com as crianças e tenho medo dele fazer algo com elas”, lamentou.
Conforme a polícia, a cabeleireira registrou 10 queixas contra o companheiro desde o ano de 2015, sendo que o último registro ocorreu em dezembro de 2020.
A reportagem entrou em contato para saber mais detalhes a respeito da guarda e foi informada que o processo segue em Segredo de Justiça, conforme a assessoria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS).

Ultimas notícias

Diretora do ótimo ‘One Night in Miami’ mostra coragem ao retratar um Malcom X duro, frio e contraditório

Como frequentemente faço após assistir a um filme, assim que terminei de ver “One Night in Miami” eu corri para o Twitter e publiquei...

Após acusações de Duda Reis, Nego do Borel lança música ‘Recomeçar’: ‘Deixei meu coração compor’ 

Nego do Borel lançou uma nova música na madrugada desta sexta-feira, 22. Segundo ele, a canção representa os dias “difíceis” que ele tem passado....

Mira Furlan, atriz de 'Babylon 5', morre aos 65 anos

Atriz morreu na quarta-feira (20). Causa da morte não foi revelada. Mira Furlan, atriz de 'Babylon 5',...

Cidade de São Paulo entra em fase vermelha a partir desta sexta, às 20h

Após novas discussões no Palácio dos Bandeirantes, o governador João Doria decidiu impor restrições mais severas à Grande São Paulo, incluindo a capital paulista....
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com