Comerciante é encontrado morto no litoral de SP e causa comoção na web

schimtz
schimtz Facebook
3 Min Read


Vítima, de 63 anos, era muito querida na região em que mantinha o estabelecimento. Caso foi registrado como homicídio pela Delegacia Sede de Guarujá, que prossegue com as investigações. Dono de bar é encontrado morto e com sinais de defesa em Guarujá, SP. Vítima era muito querida na região que mantinha o estabelecimento
Reprodução/Facebook
O dono de um bar, de 63 anos, foi encontrado morto, com hematomas na cabeça e sinais de luta corporal em Guarujá, no litoral de São Paulo. A morte da vítima, que ainda é investigada pela Polícia Civil, causou comoção nas redes sociais pelo fato do comerciante ser muito querido na região em que mantinha o estabelecimento. Ninguém foi preso.
O crime ocorreu na Rua Doze, no Parque Enseada, e a vítima foi identificada como Edivaldo Laurindo da Silva. Conforme registrado no boletim de ocorrência, policiais militares foram acionados via Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) para ocorrência de um óbito no interior de uma residência, localizada nos fundos do estabelecimento comercial chamado ‘Boteco do Vado’.
No local, os PMs conversaram com uma testemunha, que os informou que estava na casa de sua tia, quando uma senhora chegou e o informou que o bar encontrava-se fechado e que Edivaldo, o proprietário, não abriu o estabelecimento naquela data.
Após o relato da senhora, a testemunha contou às autoridades que foi até o local para saber o que tinha acontecido, e após passar pelo interior do bar, foi para o quarto localizado no fundo do estabelecimento, onde encontrou o idoso ao solo do banheiro, sem sinais de vida.
Foi solicitado socorro médico ao local, que constatou o óbito da vítima às 20h. De acordo com a Polícia Civil, a perícia também foi acionada ao local e constatou que a vítima estava com um corte e hematomas na cabeça, e que seus braços estavam em posição de defesa (tentando defender a cabeça), o que levou a concluir que ele foi vítima de homicídio.
A equipe ainda localizou um pen drive, um notebook e o valor em dinheiro de R$ 27, objetos que estavam em uma máquina caça-níquel que foi instalada no estabelecimento. Todos os objetos foram apreendidos.
A morte do comerciante causou comoção nas redes sociais, já que ele era muito querido na região em que mantinha o estabelecimento. Por meio das redes sociais, clientes, amigos e família demonstraram ainda estar muito abalados com o ocorrido e pediram por justiça.
O caso foi registrado como homicídio pela Delegacia Sede de Guarujá, que prossegue com as investigações. De acordo com a Polícia Civil, foi instaurado inquérito policial para apurar o ocorrido, mas a equipe ainda trabalha para esclarecimento das circunstâncias e autoria do crime.
VÍDEOS: as notícias mais vistas do G1

Share This Article