Homem mata casal e fere jovem por acreditar que eles transmitiram Covid para seu pai e irmão que morreram da doença

schimtz
schimtz Facebook
3 Min Read


Eles foram baleados no galpão onde trabalhavam, em Itumbiara. Sobrevivente contou à polícia que família era ameaçada pelo suspeito, que atirou pelo menos 19 vezes. Delegado diz que homem matou casal e feriu jovem por suspeitar que ele transmitiram Covid à família dele, em Itumbiara
Um homem matou um casal e feriu um jovem, na manhã desta terça-feira (17), por acreditar que eles transmitiram Covid-19 ao pai e irmão dele, que morreram vítima da doença, em Itumbiara, no sul de Goiás. O sobrevivente disse ao delegado Felipe Sala, responsável pelo caso, que a família já estava sendo ameaçada pelo suspeito, que atirou pelo menos 19 vezes (veja vídeo acima).
“O sobrevivente disse que a família estava sofrendo ameaças de morte, pois era acusada de ter transmitido coronavírus para a família do atirador e que ele estaria ali para vingar a morte do pai e irmão, que foram vítimas da Covid-19”, disse o delegado.
Casal morto por homem que acreditava que os dois transmitiram Covid para seu pai e irmão que morreram da doença, em Itumbiara, Goiás
Reprodução/Facebook
O caso aconteceu em um galpão onde a família trabalhava na cidade. De acordo com o delegado, Flanklaber Silva e Silva, de 40 anos, morreu no local após ser baleado na cabeça e no ombro.
A esposa dele, Marilia Silva e Silva, de 37 anos, foi alvejada diversas vezes, sendo que uns dos disparos atingiu o rosto dela. Conforme a corporação, ela foi socorrida com vida, mas morreu a caminho do hospital.
LEIA TAMBÉM:
Homem é morto a pauladas durante briga em bar de Orizona
Autônomo é morto a tiros dentro do carro após ser abordado em semáforo, em Goiânia
Cinco jardineiros de cemitério são presos suspeitos de matar amigo por causa de suposta dívida, em Goiânia
O jovem que sobreviveu, de 21 anos, é filho do homem e enteado da mulher que morreram. Conforme a polícia, ele foi atingido com um tiro na perna e levado ao hospital da cidade. O G1 tenta contato com a unidade para verificar o estado de saúde dele.
O delegado informou que o suspeito não havia sido localizado e preso até as 17h desta terça-feira. O caso sengue sendo investigado pela corporação.
Galpão onde família trabalhava e crime aconteceu, em Itumbiara, Goiás
Polícia Civil/Divulgação
Veja outras notícias da região em G1 Goiás.
VÍDEO: últimas notícias de Goiás

Share This Article