Operação cumpre mandados de prisão e busca contra guardas civis suspeitos de matar homem em Aparecida de Goiânia


Polícia Civil investiga 11 membros da corporação também por tortura e extorsão. Corpo da vítima foi encontrado na Serra das Areias um dia após ser abordada pela corporação, em 2017. Foto de arquivo da Guarda Civil Municipal de Aparecida de Goiânia
Reprodução/Facebook
A Polícia Civil realiza Operação Caronte e cumpre mandados de prisão e busca e apreensão contra 11 guardas civis de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, nesta quinta-feira (23). Segundo as investigações, o grupo é suspeito de torturar, extorquir dinheiro e matar um homem em outubro de 2017.
A corporação que investiga os guardas informou que estão sendo cumpridos mandados de prisão e busca e apreensão, mas não detalhou quantas ou quais pessoas foram presas e nem o que está sendo apreendido.
A Secretaria Municipal de Segurança Pública informou, por meio de nota, que “não foi acionada sobre a operação e que está à disposição para colaborar com as investigações”.
LEIA TAMBÉM
Justiça manda prender tenente filmado ao agredir advogado em calçada de Goiânia
Cantor e esposa denunciam que foram agredidos por policial militar, em Senador Canedo
Delegacia especializada em Aparecida de Goiânia
Vitor Santana/G1
Investigação
De acordo com a Polícia Civil, Maciel Batista de Oliveira foi encontrado morto com uma marca de tiro na cabeça na Serra das Areias em 27 de outubro de 2017.
A corporação apurou ainda que, no dia anterior, duas equipes das Rondas Ostensivas Municipais (Romu) da Guarda Civil de Aparecida de Goiânia abordaram a vítima e alguns amigos que tomavam banho em córrego perto do Jardim Tiradentes.
Segundo as investigações, Maciel tinha uma passagem por tráfico e se tornou alvo dos guardas. Durante a abordagem, as equipes teriam exigido da vítima R$ 10 mil e o colocaram em uma das viaturas. No entanto, ele já foi encontrado morto no dia seguinte.
Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
VÍDEOS: saiba o que acontece em Goiás

Ultimas notícias