Preso suspeito de matar sobrinho com pé de cabra, esconder corpo e, depois, desenterrá-lo para que família o encontrasse


Marcelo Batista de Almeida, de 27 anos, foi morto com pelo menos quatro golpes na cabeça, em Aragoiânia. Tio do jovem confessou crime à polícia. Marcelo Batista de Almeida, de 27 anos, teria sido morto pelo tio, em Aragoiânia
Reprodução/Facebook
Um homem de 50 anos foi preso suspeito de matar o sobrinho com um pé de cabra, esconder o corpo e, depois, desenterrá-lo para que a família o encontrasse, em Aragoiânia, na Região Metropolitana da capital. De acordo com a Polícia Civil, Marcelo Batista de Almeida, de 27 anos, foi morto com pelo menos quatro golpes da cabeça.
Como o nome do suspeito não foi divulgado, o g1 não conseguiu contato com a defesa dele para que se posicionasse até a última atualização desta reportagem.
O suspeito foi preso em flagrante na terça-feira (21). De acordo com a polícia, ele confessou o crime e alegou que o sobrinho tinha dívidas com drogas e que, por isso, toda a família estava sendo ameaçada. Ele disse ainda que traficantes teriam mandado matar o jovem, caso contrário, matariam toda a família.
Conforme a polícia, o jovem havia desaparecido no último domingo (19), quando a família procurou a delegacia da cidade e o caso passou a ser investigado.
O tio foi detido pelos crimes de homicídio qualificado por recurso que impossibilitou a defesa da vítima e ocultação de cadáver. Conforme a polícia, o suspeito ainda era foragido da Justiça também pelo crime de homicídio. Ele seguia preso até a tarde desta quarta-feira (22).
Morte
Na noite do ultimo domingo, o suspeito chamou o sobrinho para ir à fazenda onde trabalhava. O tio contou aos policiais que, no local, houve uma discussão entre os dois e que o jovem teria lhe dado um soco.
Conforme a polícia, o tio revidou o soco com um golpe de pé de cabra na cabeça do jovem, que, imediatamente, caiu desmaiado. O homem contou ainda que deu outros três golpes na cabeça do sobrinho, quando ele já estava ao chão.
Após ver que o jovem morreu, o suspeito enterrou o corpo dele em uma mata, ainda na noite de domingo. Conforme a polícia, ao ver o desespero de sua família, que procurava pela vítima, ele se arrependeu e, na madrugada de segunda-feira (21), desenterrou o corpo do sobrinho.
Para que fosse encontrado, o tio colocou o corpo do jovem em seu carro e o jogou em uma estrada vicinal, conforme a polícia. O cadáver de Marcelo Almeida foi encontrado no local no mesmo dia.
LEIA TAMBÉM:
Homem é suspeito de furtar dois carros e R$ 300 mil da casa de tio que morreu de Covid-19 enquanto ele era enterrado
Pai e madrasta são presos suspeitos de espancar criança de 4 anos que perdeu a mãe para a Covid-19, em Aparecida de Goiânia
Pé de cabra que teria sido usado para matar Marcelo Batista de Almeida, de 27 anos, em Aragoiânia, Goiás
Divulgação/Polícia Civil
Veja outras notícias da região no g1 Goiás.
VÍDEOS: últimas notícias de Goiás

Ultimas notícias