Sul do Piauí tem 12 cidades há mais de 100 dias sem chuvas


A chuva deve começar a cair no Sul do Piauí a partir da segunda semana de outubro, segundo previsão dos meteorologistas. Chuvas mais intensas em todo o estado devem chegar apenas a partir de novembro. Pôr do sol em Paulistana, em agosto de 2021
Prefeitura Municipal de Paulistana/ Instagram
De acordo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), há 50 dias não chove na região Sul do Piauí. A situação é ainda mais grave em pelo menos 12 cidades, onde não cai uma gota d’água do céu há mais de 100 dias.
LEIA TAMBÉM
Sem chuvas, Teresina teve o mês de agosto mais seco dos últimos cinco anos
Cinco são presos por desviar em cidades do Piauí em emergência pela seca
Como enfrentar o tempo seco e a poluição de queimadas
Veja abaixo a lista das cidades do Piauí que estão há mais tempo sem chuva; todas elas ficam no extremo sul do estado, na divisa com os estados da Bahia e Pernambuco:
Sebastião Barros: 149 dias sem chover
Cristalândia do Piauí: 144 dias sem chover
Paulistana: 143 dias sem chover
Acauã: 143 dias sem chover
Júlio Borges: 131 dias sem chover
Corrente: 131 dias sem chover
Dirceu Arcoverde:108 dias sem chover
Avelino Lopes: 131 dias sem chover
Várzea Branca: 108 dias sem chover
São Braz do Piauí:108 dias sem chover
Jurema: 108 dias sem chuvas
Anísio de Abreu: 108 dias sem chover
Registros de chuvas nos últimos 90 dias no Piauí
Inmet
Nos últimos 90 dias apenas duas estações meteorológicas do Sul do Piauí registraram chuvas: a estação de Floriano, que registrou 0,6 mm de precipitação em 15 de setembro, e de Baixa Grande do Ribeiro, onde a última chuva registrada aconteceu em agosto.
A chuva deve começar a cair no Sul do Piauí a partir da segunda semana de outubro. Chuvas mais intensas em todo o estado devem chegar apenas a partir de novembro.
Umidade baixa e calor
Bom Jesus, no Piauí
Divulgação/ Facebook
Ainda segundo o Inmet, a cidade de Bom Jesus registrou o ar mais seco do país nessa terça-feira (21): 8% de umidade relativa do ar. Em níveis tão baixos de umidade, as pessoas correm riscos de desidratação, sangramentos e problemas respiratórios. Há ainda risco maior de incêndios florestais.
Outras sete cidades do Piauí registraram umidade do ar abaixo dos 20% nessa terça-feira (21). Veja a lista abaixo.
8% às 15h: Bom Jesus do Piauí
11% às 18h: Alvorada do Gurgueia
12% às 16h: São Raimundo Nonato
13% às 18h: Canto do Buriti
13% às 18h: Gilbués
15% às 18h: Corrente
17% às 15h: Paulistana
18% às 17h: Baixa Grande do Ribeiro
Para esta quarta-feira (22) há possibilidade de chuvas apenas para o litoral do Piauí, que registrou os maiores índices de umidade do ar (52%). A previsão do Inmet é de que a umidade permaneça baixa no território Centro e Sul do estado.
Durante a semana até domingo (26), o tempo seco e quente predomina em todo o Piauí, com bastante calor e a umidade abaixo dos 30%.
Confira as últimas notícias do G1 Piauí
VÍDEOS: Assista às notícias mais lidas da Rede Clube

Ultimas notícias