Advogado de Maradona: ‘A ambulância demorou mais de meia hora, o que é um crime’

Matías Morla, advogado de Diego Armando Maradona, utilizou as redes sociais nesta quinta-feira, 26, para reclamar da demora no socorro ao ex-craque argentino, que morreu ontem em casa, na cidade de Tigre, devido à uma parada cardiorrespiratória. Em comunicado oficial, o jurista tratou o atraso como um “crime” e classificou uma suporta falta de atenção do pessoal destinado a cuidar do “El Pibe” como “Inexplicável”. “Quanto ao informe da perícia de San Isidro, é inexplicável que durante 12 horas meu amigo não tenha tido atenção nem controle por parte do pessoal de saúde deslocado a esse fim. A ambulância demorou mais de meia hora para chegar, o que foi um crime. Este fato não pode passar por alto e vou pedir que se investigue até as últimas consequências”, escreveu Morla em seu Instagram.

De acordo com a autópsia, realizada no início da noite de quarta-feira, a causa do óbito de um dos melhores jogadores de futebol de todos os tempos ocorreu por insuficiência cardíaca, que gerou um edema agudo no pulmão e um mal súbito. “Insuficiência cardíaca aguda, em um paciente com uma miocardiopatia dilatada, insuficiência cardíaca congestiva crônica que gerou edema agudo de pulmão”, disse o comunicado.

“Hoje é um dia de profunda dor, tristeza e reflexão. Sinto em meu coração a partida de um amigo, a quem honrei com minha lealdade e acompanhamento até o ultimo dia. Minha despedida dele foi pessoalmente, o velório deve ser um momento íntimo e familiar”, prosseguiu Morla.”Como dizia Diego: você é meu soldado, atua sem piedade. Para definir Diego nesse momento de profunda desolação e dor posso dizer: foi um bom filho, foi o melhor jogador de toda a história e foi uma pessoa honesta. Que descanse em paz, irmão”, completou o advogado.

Ultimas notícias

Fintech que opera no Brasil desde outubro ganha aporte de R$ 210 milhões

A fintech australiana Stake acaba de receber um aporte de 210 milhões de reais para financiar seu processo de expansão global. A empresa, que desembarcou...

Robinson Shiba, fundador do China in Box, reaparece mais de dois anos após acidente

O empresário Robinson Shiba, fundador do China in Box e Gendai, reapareceu publicamente no domingo, 16, pela primeira vez após um acidente de moto...

Viúva de MC Kevin conta por que brigou com o cantor antes do acidente

A advogada Deolane Bezerra, viúva do cantor MC Kevin, fez um discurso no velório do funkeiro, que foi aberto ao público e aconteceu nesta...

Flordelis aparece cantando e brincando ao lado de influencer no RJ: ‘Para fazer o povo rir’

A deputada Flordelis, apontada pela polícia como mentora da morte do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo, no ano de 2019, voltou a...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com