'Depois dos 40 que comecei a me tocar', diz Negra Li em podcast


Cantora contou no podcast ‘Prazer, Renata’ sua redescoberta do próprio corpo e do prazer sexual após o fim do casamento. Aos 41 anos, Negra Li tenta quebrar tabus sobre sexo e masturbação. Negra Li falou no podcast ‘Prazer, Renata’ sobre redescoberta do prazer sexual
Reprodução / Instagram
A cantora Negra Li contou no podcast ‘Prazer, Renata’ sua redescoberta do próprio corpo e do prazer sexual. Solteira desde setembro de 2020 após terminar um relacionamento de 14 anos, ela contou que só depois dos 40 anos descobriu a masturbação e os brinquedos eróticos. A cantora, que tem hoje 41 anos, participou do episódio sobre os dilemas e prazeres das mulheres solteiras ao lado da apresentadora Rafa Kalimann e da atriz Rita Guedes.
OUÇA AGORA:
Depois dos 40 que eu comecei a me tocar, que eu comecei a a saber o que era realmente uma masturbação e foi aí que eu comecei a comprar os meus brinquedinhos. Hoje eu adoro, faço campanha para todas amigas”
Ouça outros episódios do ‘Prazer, Renata’
FERNANDA GENTIL: ‘O grande amor da minha vida’
ALEXANDRA RICHTER: ‘Foi uma gravidez de alma’
TAÍS ARAÚJO: ‘Olho para mim o tempo todo para não reproduzir práticas machistas’
ANDRÉIA SADI: ‘Sou outra pessoa’
MONICA MARTELLI: ‘Tudo relacionado ao prazer da mulher é tabu’
CAMILLA DE LUCAS: ‘Me falaram que a beleza da mulher negra não vende’
DEBORAH SECCO: ‘Fiz muito sexo, fui muito julgada e sofri horrores por causa disso’
LUÍSA SONZA: ‘Com 22 anos, já luto contra questões estéticas’
O podcast ‘Prazer, Renata’ está disponível no G1, no Globoplay, no Deezer, no Spotify, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, na Amazon Music ou no seu aplicativo favorito. Siga, assine e curta o ‘Prazer, Renata’ na sua plataforma preferida. Toda segunda-feira tem episódio novo.
Negra Li participou do episódio sobre dilemas e prazeres das mulheres solteiras
Reprodução / Instagram
A cantora também ressaltou a importância de quebrar estigmas e tabus sobre a masturbação e brinquedos eróticos.
Se eu tivesse visto em algum lugar com mais frequência, eu já teria feito o uso, já teria sido mais feliz há mais tempo”
“Quando você está carente, acaba transparecendo isso. Você acaba atraindo cara nada a ver, você não está bem ainda. Faz 14 anos com uma pessoa e vai fazer dois anos que eu me separei. Então, coloquei na minha cabeça: ‘Eu ainda não estou bem para ter alguém, porque eu preciso primeiro estar muito bem comigo mesma para depois encontrar alguém. Foi aí que eu comecei a conhecer o meu corpo”, contou.
Ouça agora o episódio completo:

Ultimas notícias