Família de Diego Carlos corre até bar para ver conquista do ouro no futebol após falta de energia: 'Bem no meio do jogo'


Mulher do zagueiro postou nas redes sociais o momento em que a família ficou sem energia elétrica e precisou deixar a casa onde assistiam a partida e ir para bar de um time de futebol em Dois Córregos, no interior de SP. Brasil venceu a Espanha na final e conquistou a sétima medalha de ouro. Família de Diego Carlos corre até bar para ver ouro no futebol após falta de energia
A família do zagueiro da Seleção Brasileira Diego Carlos viveu fortes emoções na final olímpica na manhã deste sábado (7), e não foi só pela partida que precisou ir para a prorrogação após terminar empatada em 1×1 no tempo regulamentar. O jogo só trouxe alívio com o segundo gol, de Malcom Filipe, que tinha acabado de entrar na partida contra a Espanha.
Além da tensão em campo, no meio da partida que era acompanhada pelos familiares do zagueiro em casa em Dois Córregos, no interior de SP, a energia acabou e eles tiveram que achar outro lugar para assistir o restante do jogo às pressas. (Veja no vídeo acima).
A mulher de Diego Carlos, Naiara, registrou o momento em que todo mundo teve que correr para o bar de um clube de futebol da cidade.
Família do zagueiro da seleção Brasileira teve que terminar de ver o jogo em um bar de Dois Córregos
Instagram/Reprodução
“Gente olha a situação aqui, acabou a força bem no meio do jogo”, disse a mulher do jogador em um vídeo postado no seu perfil no Instagram. Logo depois, ela mostrou o pessoal no bar. “Acabou a força, mas nós viemos para outro lugar.”
Antes da interrupção, Naiara gravou um vídeo falando da emoção de estar acompanhando o jogo do marido. “Está só no primeiro tempo, mas hoje pode colocar a ambulância na frente de casa porque… aí meu coração.”
Naiara também registrou a alegria da família e amigos com a vitória da Seleção que garantiu o bicampeonato olímpico e compartilhou a postagem de vários moradores de Dois Córregos que estavam na torcida pelo jogador, que nasceu na cidade vizinha de Barra Bonita, mas cresceu em Dois Córregos, onde costuma passar as férias e parentes, entre eles a mãe do jogador, ainda moram.
Na entrevista para TV Globo após receber a medalha, Diego Carlos falou do carinho que tem pela cidade. “Hoje o resultado está aí, eu sou uma pessoa humilde, de uma cidade pequena, Dois Córregos e eu agradeço o carinho de todos da minha cidade, toda a energia positiva e estou muito feliz com esse título que é para toda minha vida. Ser campeão olímpico é para poucos.”
Diego com medalha de ouro que a Seleção Brasileira conquistou neste sábado na final olímpica contra a Espanha
TV Globo / Reprodução
Quando foi convocado para os Jogos Olímpicos em junho desse ano ele virou atração na cidade e falou sobre sua trajetória para chegar até a realização desse sonho de jogar pela Seleção Brasileira.
Brasil enfrentou a Espanha na final olímpica neste sábado
Amr Abdallah Dalsh/Reuters
Os pais de Diego trabalhavam na lavoura e ele também ajudou a cortar cana, colher café e laranja desde pequeno.
“Já ajudei minha mãe na lavoura a cortar cana, já colhi café, laranja. Já fiz muita coisa para fazer um dinheiro e ajudar em casa. Depois, arrumei um serviço em uma associação para trabalho de menor de idade. Trabalhei numa fábrica chamada Gaiola Joia. Passei um tempo ali trabalhando, estudando e tentando treinar. Mas sempre dava um jeitinho. Passava o dia todo correndo”, contou o zagueiro em entrevista ao Globoesporte.com.
Diego Carlos, zagueiro da Seleção Brasileira nas Olimpíadas, com a família
Instagram/Reprodução
VÍDEOS: assista às reportagens da região
Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília.

Ultimas notícias