Padrasto agride companheira e foge levando enteado de sete anos em Rio Claro

Criança foi encontrada com uma conhecida do suspeito na tarde desta terça-feira, em Mangaratiba. Homem foi indiciado por agressão e sequestro. Ele está foragido. Um homem está sendo procurado pela polícia por sequestrar o próprio enteado, de sete anos, logo depois agredir a companheira em Rio Claro (RJ). O caso aconteceu na tarde de segunda-feira (9), na residência do casal, no Centro da cidade.
Segundo a Polícia Civil, a mulher, com quem o suspeito também tem dois filhos biológicos, foi agredida com socos no rosto, um deles no olho, e chegou a perder a consciência. Ela precisou ser levada para um hospital para receber atendimento.
Em seguida, o padrasto saiu com o menino de casa e pegou um táxi até o município de Mangaratiba (RJ), percorrendo uma distância de aproximadamente 50 km.
Assim que saiu do hospital, a mãe procurou a delegacia para registrar um boletim de ocorrência pela agressão sofrida e o sumiço do filho.
A criança foi encontrada na tarde desta terça-feira (10), em Mangaratiba, com uma uma mulher conhecida do padrasto.
Ainda de acordo com a Polícia Civil, ele teria pedido o telefone celular dessa pessoa emprestado para fazer uma ligação e fugiu em seguida, abandonando o menino.
A informação de que ele fugiu para Mangaratiba foi descoberta através de uma investigação que analisou a movimentação dele e da criança com ajuda de imagens de câmeras de segurança.
O delegado de Rio Claro indiciou o padrasto pela agressão, com base na Lei Maria da Penha, e também por sequestro. Até a publicação desta reportagem, ele estava foragido.
Clique aqui e siga o G1 no Instagram
VÍDEOS: as notícias que foram ao ar na TV Rio Sul
A

Ultimas notícias