Quatro áreas de comunidades são congeladas para evitar novas invasões em Praia Grande, SP

schimtz
schimtz Instagram
2 Min Read


Um levantamento socioeconômico também é realizado, assim que como cadastramento habitacional das famílias que já estão no local. Barreiras de concreto haviam sido instaladas na entrada de comunidade em Praia Grande, para congelamento de área
Reprodução/Instagram/PG Invisível
Quatro áreas de Praia Grande, no litoral de São Paulo, foram congeladas pela administração municipal para evitar novas invasões e construções irregulares nestes locais, conforme divulgado nesta sexta-feira (13). Nas próximas semanas, a prefeitura informou que seguirá efetuando ações semelhantes em outras áreas que já estão sendo monitoradas diariamente.
As áreas que já foram congeladas na cidade estão localizadas nos seguintes bairros: Nova Mirim, Antártica, Ribeirópolis e Tupiry. Além desses locais, outros 14 são monitoradas pela Comissão especial, inclusive, com a utilização de imagens de satélite e de drones.
Conforme divulgado, na prática, o congelamento da área não permite mais nenhuma invasão. Um levantamento socioeconômico também é realizado, assim que como um cadastramento habitacional das famílias que estão no local. Desta forma, a administração municipal tem noção da quantidade de construções irregulares existentes e consegue evitar novas submoradias.
As forças-tarefas nessas áreas são efetuadas de forma conjunta com as secretarias municipais de Habitação (Sehab), Assuntos de Segurança Pública (Seasp), Urbanismo (Seurb), Assistência Social (Seas), Serviços Urbanos (Sesurb). Também fazem parte dos trabalhos órgãos de segurança como a Guarda Civil Municipal (GCM), Grupamento Ambiental da cidade, além das polícias Militar, Ambiental, Civil e o Radiopatrulhamento Aéreo.
VÍDEOS: as notícias mais vistas do G1

Share This Article