Tomás Covas, filho de Bruno Covas, é contratado como estagiário no Palácio dos Bandeirantes


Tomás tem 16 anos e irá trabalhar na sede do governo de SP. Anúncio foi divulgado pelo governador João Doria em suas redes sociais. Doria anuncia contratação de Tomás Covas como estagiário no Palácio dos Bandeirantes
Reprodução
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (9) ter contratado Tomás Covas, filho do ex-prefeito de São Paulo Bruno Covas, como estagiário no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. A divulgação foi feita via redes sociais.
Tomás tem 16 anos e está no primeiro ano do ensino médio.
O G1 questionou o Palácio dos Bandeirante quais atividades ele desempenhará e se passou por algum processo de seleção para o ingresso, mas, até a última atualização desta reportagem, não obteve retorno.
Nas redes sociais, Doria falou:
“Que alegria receber Tomás Covas, filho do meu querido amigo, o saudoso Bruno Covas. Tomás completa hoje 16 anos. Na semana que vem ele começa a estagiar aqui no Governo de São Paulo. Seu pai, Bruno Covas, certamente está muito orgulhoso de você!”
O prefeito Bruno Covas e o filho Tomás, em foto publicada em seu Instagram no dia 4 de maio.
Reprodução/Instagram
Em junho, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), nomeou a ex-esposa de Bruno Covas e mãe de Tomás para um cargo na Prefeitura de São Paulo. Karen Ichiba de Oliveira foi nomeada para a vaga de “Assessor III” da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Município.
O órgão é uma autarquia de regime especial vinculado ao gabinete do prefeito e foi criado por Bruno Covas (PSDB) em uma lei de 29 de julho de 2020.
Em nota, a prefeitura informou que Karen “preenche todos os requisitos técnicos e legais necessários” para a função. “A economista Karen Ichiba de Oliveira, formada em economia pela PUC com MBA pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), preenche todos os requisitos técnicos e legais necessários para o exercício do cargo de Assessor III na SP Regula, que tem como missão acompanhar o equilíbrio dos contratos e fiscalizar as concessões.”
Nunes assumiu definitivamente o comando da Prefeitura de São Paulo após a morte de Covas em 16 de maio, vítima de um câncer.
VÍDEOS: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana

Ultimas notícias