Vegetarianismo no mundo da musculação: é possível ganhar massa muscular com uma dieta vegetal?

Você já parou para se perguntar se os vegetarianos possuem mais dificuldade para ganhar massa magra? Para o ex-MasterChef Flavio Giusti, o ganho de massa muscular para veganos e vegetarianos possuem dificuldades similares às que não seguem essa filosofia alimentar, isso porque esse ganho está relacionado com a prática de atividade juntamente com uma alimentação que balanceia carboidrato, proteína e gordura. Tais substância podem ser ministradas em receitas vegetarianas, todavia falta conhecimento populacional, por isso, se pretende compreender como o ganho de massa magra é possível com essa dieta, leia o artigo até o final.

Caso você não saiba, as proteínas são fundamentais para que se obtenha um bom ganho de massa magra, isso porque elas possuem o papel de recuperar o músculo pós-treino, repondo assim as reservas de glicogênio muscular e aminoácidos essenciais. Nesse sentido, Flavio Giusti explica que os vegetarianos devem apostar em alimentos versáteis que são fontes ricas de proteínas, tais como as oleaginosas (linhaça, semestre de abóbora e girassol, dentre outras.)

Sendo vegano há 10 anos, Flavio Giusti entende que as fontes proteinas são muito relacionadas com alimentos de origem animal, tais como o frango e os ovos, todavia há diversas fontes vegetais de proteínas que em sua maioria são desconhecidas. Para usufruir de um boa refeição pós-treino, há diversas refeições veganas que comportam os nutrientes necessários, como: smoothie de frutas com leite de soja ou de amêndoas; flocos de aveia com iogurte de soja, sementes de chia ou linhaça, com frutas vermelha; quinoa cozida com aspargos e cogumelos, dentre outras maravilhosas opções proteicas. 

E quanto aos carboidratos?

É importante lembrarmos que os carboidratos também são fundamentais para o ganho de massa magra, uma vez que quando combinados com as proteínas estimulam a síntese proteica. Vale mencionar que os carboidratos devem ser consumidos tanto no pré-treino quanto no pós, pois servem para dar energia para a realização dos exercícios. Na concepção do amante de culinária Flavio Giusti, é extremamente possível substituir alimentos para a dieta vegana que contenha carboidratos, alguns exemplos são: mandioca, inhame, macarrão, pão integral e leguminosas no geral.

Por ser uma dieta vegana, preciso de suplementos alimentares?

A suplementação é importante tanto para os veganos quanto para os não veganos, tudo depende das deficiências nutricionais. Caso a alimentação não seja feita de forma balanceada e equilibrada, a suplementação de vitamina B12 é importante. Assim como para os não veganos, há o popularmente chamado “Whey”, para os veganos temos a opção de proteína vegetal, que como acrescenta Flavio Giusti, pode ser batida com água de coco ou leite vegetal, juntamente com frutas. 

Com base no exposto, podemos perceber que o ganho de massa muscular é possível tanto em dietas veganas quanto vegetarianas, visto que os alimentos que compõem essa filosofia alimentar possuem nutrientes que auxiliam na manutenção e crescimento dos músculos. Como expõe o escritor de culinária Flavio Giusti, que vem utilizando suas habilidades na cozinha para auxiliar as pessoas na transição para o vegetarianismo, o importante é focar no equilíbrio das fontes energéticas, com o gasto calórico, assim como propor exercícios adequados. 

Se você buscar conhecer receitas variadas e gostosas para que você siga a dieta vegetariana de forma saudável, não deixe de seguir o empresário no instagram (@vegetarirango) e se inscrever no seu canal do youtube (Flavio Giusti). Por meio dessas redes sociais, o idealizador de cursos sobre culinária, atingiu mais de 7 mil anos e vem contribuindo significativamente para essa filosofia alimentar. Por isso, fique atento a sua agenda de cursos e não deixe de lado nenhuma oportunidade:

AGENDOLA “VegetariTOUR 2022”

JULHO

10/07/2022 – São Paulo

24/07/2022 – Ribeirão Preto

31/07/2022 – São José dos Campos

AGOSTO

07/08/2022 -, Florianópolis

21/08/2022 – Campinas

28/08/2022 – Porto Alegre

SETEMBRO

03/09/2022 – Goiânia

04/09/2022 – Brasília

25/09/2022 – Salvador

OUTUBRO

02/10/2022 – Londrina (À CONFIRMAR)

09/10/2022 – Vitória / ES

16/10/2022 – Fortaleza

23/10/2022 – Recife

23/10/2022 -Sorocaba

NOVEMBRO

06/11/2022 – Rio de Janeiro

13/11/2022 – Santos

20/11/2022 – Curitiba 

27/11/2022 – Belo Horizonte

DEZEMBRO

04/12/2022 – Portugal (À CONFIRMAR)

Ultimas notícias

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here