A Ciência da Contratação

Embora Reduzida o Número de Funcionários, o Uso de Novas Tecnologias Para Selecionar Candidatos Facilita o Trabalho dos Gestores de RH das Empresas

As novas tecnologias estão revolucionando o processo de recrutamento, as quais vem usando as redes sociais para procurar candidatos com o auxílio de robôs – os chamados “bots”.

Esse é o caso da call center Flex, que vem testando um programa que automatiza o bate-papo virtual na etapa inicial do recrutamento. A cada dia, 300 interessados em trabalhar na empresa utilizam a ferramenta e 100 deles passam para a fase seguinte – a conversa presencial.

A equipe responsável por esse contato preliminar passou de 5 para 2 funcionários, mas não houve diminuição no quadro do departamento que, apesar de contar com menos assistentes, tem mais analistas.

A redução das equipes de recrutamento é um dos comportamentos detectados pela pesquisa da Revista VOCÊ RH e, apenas 9 das 252 organizações analisadas, têm um Gerente dedicado à função.

Seja por influência tecnológicas ou pela crise econômica, todos os níveis de Recrutamento & Seleção perderam força ao longo dos últimos 2 anos. O melhor exemplo disso é que o Gerente e o Supervisor responsáveis por trazer gente nova à empresa ficaram com a menor remuneração entre todos os especialistas de RH.

O fato é que a especialidade de Recrutamento & Seleção está passando por uma grande transformação. A multinacional alemã Henkel – por exemplo – criou a posição de “Recruitment Partner” que auxilia os gestores a encontrar os melhores talentos, atuando no modelo de “business partner”.

Na Flex, uma das atribuições desses executivos é tocar o projeto recrutamento para a área de vendas, usando o sistema de “people analytics”, o qual permite cruzar informações para entender melhor e prever o comportamento de funcionários e candidatos.

Dessa forma, as novas tecnologias abrem as portas para profissionais até então inesperadas para a área de RH.

A estrela tecnológica da IBM é o Watson, sistema de inteligência artificial que assimila informações como posts nas redes sociais, imagens, voz e expressões faciais a fim de relacionar os melhores candidatos para determinada vaga.

Essa tecnologia permite ter menos gente fazendo a parte burocrática, mas demanda um investimento maior nos profissionais que possam, com o auxílio dela, trazer insights para o negócio.

https://www.instagram.com/profigestao/

https://www.facebook.com/profigestao/

Professor Júliohttps://profigestaoblog.wordpress.com/
Professor, Jornalista e Palestrante. Articulista de importantes Jornais no RJ, autor de vários livros sobre Estratégias de Marketing, Promoção, Merchandising, Recursos Humanos, Qualidade no Atendimento ao Cliente e Liderança. Por mais de 30 anos treinou equipes de Atendentes, Supervisores e Gerentes de Vendas, Marketing e Administração em empresas multinacionais de bens de consumo e de serviços. Elaborou o curso de Pós-Graduação em “Gestão Empresarial” e atualmente é Diretor Acadêmico do Polo Educacional do Méier e da Associação Brasileira de Jornalismo e Comunicação (ABRICOM). Mestre em Gestão Empresarial, especialista em Marketing Estratégico https://profigestaoblog.wordpress.com/

Ultimas notícias

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here