Apple e Google se unem para rastrear e tentar conter coronavírus

As gigantes da tecnologia Apple e Google, rivais no mercado de sistemas operacionais móveis, anunciaram nesta sexta-feira, 10, que vão unir forças para monitorar o coronavírus. As empresas vão criar uma fundação para que aplicativos sejam capazes de rastrear contatos, o que pode indicar se um usuário esteve perto de alguém contaminado.

O projeto tem duas etapas. A primeira, prevista para começar em maio, consiste na liberação de APIs (Interface de Programação de Aplicativos), que permitam a interoperabilidade entre Android e iOS, para uso de autoridades de saúde pública em seus aplicativos. A intenção é que agências governamentais de saúde desenvolvam aplicativos próprios e utilizem essas APIs. Com isso, pessoas que instalarem esses programas poderão ser alertados caso tenham estado perto de alguém contaminado, desde que essa segunda pessoa também tenha o aplicativo em seu celular.

Esse formato ajuda no rastreio, mas tem a limitação do alcance dos aplicativos. Por isso, para uma segunda etapa, Google e Apple planejam lançar uma plataforma de rastreamento baseada na tecnologia Bluetooth, que será incluída nos sistemas operacionais. Segundo as duas empresas, a segunda solução é mais robusta por dar a oportunidade para que mais pessoas participem, tornando o sistema mais eficaz. Além disso, isso permite a interação com mais aplicativos de autoridades de saúde pública.

As empresas explicaram que as APIs e a plataforma que serão lançadas vai garantir a privacidade. Será exigido consentimento para participação e os dados de localização não serão coletados. Nos alertas, os usuários não irão receber informação de quem testou positivo, nem onde ou quando o contato aconteceu. “Privacidade, transparência e consentimento são de extrema importância nesse esforço, e esperamos desenvolver essa funcionalidade em consulta com outras partes interessadas”, afirma o comunicado.

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Modelo brasileira Dayane Mello fica em 4º lugar no ‘Big Brother’ da Itália

A brasileira Dayane Mello, que disputava o ‘Big Brother‘ Itália, ficou em 4º lugar na grande final nesta segunda-feira, 1º. A modelo ganhou apoio do...

Google cria programa de treinamento para mulheres

O Google abriu as inscrições para o Google para Mulheres, projeto de treinamento e capacitação que busca mulheres que queiram desenvolver suas carreiras ou...

BBB 21: Juliette supera famosos e é a 3ª participante mais popular no Instagram

Desde a edição de 2020, o Big Brother Brasil mudou sua configuração original e passou a ter seu elenco de participantes composto por ‘Pipoca’...

Médico é agredido após falar sobre agravamento da pandemia de Covid-19

Um médico foi agredido após alertar pessoas sobre a gravidade da pandemia de Covid-19. O caso aconteceu na última sexta-feira, 26, na cidade de...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com