Balela: Palestina não deixou de aparecer no Google Maps

Nesta quinta-feira (16) o Google Maps foi alvo de uma polêmica: estaria o aplicativo do Google excluindo a marcação do território da Palestina, numa tentativa de apoiar a ocupação por parte de Israel daquele território. O assunto foi capultado aos assuntos mais comentados do Twitter após a Embaixada do Estado da Palestina em Brasília publicar nas redes sociais essa afirmação.

No entanto, ela não é verdadeira. Apesar dos Estados Unidos ser aliado de Israel, o Google não está operando uma forma de anular o reconhecimento da Palestina. desde 2016, a empresa optou por demarcar territórios que possuem limites provisórios e estabelicidos por tratados com uma marcação visual cinza tracejada, segundo explica um um texto publicado no blog de suporte da empresa do buscador.

Assim, as áreas correspontes ao território palestino são descrito como as regiões da Cisjordânia e da Faixa de Gaza, junto da parte leste de Jerusalém, todos apresentados no aplicativos de mapas.

Ultimas notícias

Conmebol multa Marcelo Moreno em R$ 100 mil por criticar Copa América

A postagem que fez nas redes sociais custou caro ao atacante Marcelo Moreno. A Comissão Disciplinar da Conmebol divulgou nesta sexta-feira, 18, que o...

Cristiane se pronuncia após ficar fora dos Jogos Olímpicos: ‘Passa muita coisa na cabeça’

A atacante do Santos, Cristiane Rozeira, se pronunciou em suas redes sociais após ficar de fora da lista de Pia Sundhage para defender a...

Jessie J revela problema de saúde que a impede de cantar: ‘Tem sido difícil’

A cantora Jessie J revelou nesta sexta-feira, 18, que não está conseguindo cantar devido a um problema de saúde. Após postar um vídeo em...

Karina Bacchi explica por que se arrepende de ter posado nua

A modelo e apresentadora Karina Bacchi revelou nas redes sociais que se arrende de ter posado nua. A artista foi capa da revista Playboy,...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com