Como a ‘naja de Brasília’ ganhou a internet

Ainda que tenha passado por maus bocados até ir parar Zoológico do Distrito Federal, a ‘naja de Brasília‘, como ficou conhecida a serpente que picou o estudante de veterinária Pedro Henrique Krambeck na terça-feira (7), que criava ilegalmente o réptil em casa, teve um final que, se não puder ser considerado feliz, ao menos é curioso.

No primeiro momento, o incidente com a cobra fez com que se levantasse a suspeita de que o jovem poderia ter a comprado em um esquema de tráfico de animais silvestres. Na mesma semana, após uma denuncia anônima, foi encontrado na casa de um dos amigos do estudante outras 16 cobras exóticas criadas ilegalmente.

O nome dele não foi divulgado, mas, para a polícia, o criadouro mostrou indícios de que se tratava de um negócio, com a intenção de reprodução dos animais para a venda. Além das serpentes, foram encontrados outros espécimes aquáticos, cobras e aves, incluindo um tubarão lixa.

Após a repercussão em todo o país, a naja de Brasília atingiu uma fama, digamos assim, memética. Nas redes sociais, ela ganhou perfis e fotos com legendas que ironizam o acidente levando em conta que ela libertou outros animais cativos. Também, ganhou um ensaio fotográfico realizado na sexta-feira (10), de autoria do fotógrafo e agrônomo Ivan Mattos, que trabalha como voluntário no Zoológico de Brasília. 

View this post on Instagram

A post shared by Nájila – A Naja de Brasilia (@najadebsb) on Jul 11, 2020 at 10:34am PDT

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Ultimas notícias

Marido de Paulo Gustavo publica foto de ‘Dona Hermínia’ em homenagem ao Dia das Mães

O marido de Paulo Gustavo, o dermatologista Thales Bretas, prestou homenagem ao Dia das Mães em seu perfil nas redes sociais, neste domingo, 9,...

Família dos EUA cria banda na quarentena e faz sucesso nas redes sociais

Uma família da cidade de Nova York resolveu passar o tempo do isolamento social usando suas habilidades com violão e guitarra para montar a...

Luiz Araújo se entusiasma com o São Paulo de Crespo e sonha em desbancar o PSG de Neymar

Formado nas categorias de base do São Paulo, Luiz Araújo deixou o clube há quase quatro anos, mas segue sem esquecer de suas raízes....

Dani Alves fala sobre grau de lesão e explica por que passou braçadeira para Miranda 

Daniel Alves, lateral e meio-campista do São Paulo, abriu a caixa de perguntas na ferramenta “Stories”, do Instagram, para interagir com os seus seguidores,...
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com