No dia em que recebe medalha de Michelle, Pacheco mata MP das fake news

A Medida Provisória editada pelo presidente Jair Bolsonaro às vésperas do 7 de Setembro, e que dava ao governo o poder de controle sobre as redes sociais e ainda proibia a derrubada de posts políticos, ideológicos, científicos mesmo que contivessem fake news, morreu de morte matada na noite desta terça-feira, 14. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, devolveu sumariamente a medida sem sequer permitir que ela tramitasse pelo Congresso Nacional por considerá-la inconstitucional. Por ironia, o senador recebeu nesta terça, diretamente das mãos da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, a medalha Marechal Rondon de Comunicações. A honraria, concedida pelo presidente Bolsonaro e o ministro das Comunicações, Fábio Faria, se destina a reconhecer instituições e pessoas que tenham contribuído no campo da política de telecomunicações e de radiodifusão, ou na comunicação social do país.

Mas mesmo que Pacheco não tivesse devolvido a MP, a ministra do Supremo Rosa Weber também decidiu suspender a MP em sua íntegra quase ao mesmo tempo em que Pacheco comunicava sua decisão de devolver a medida. 

https://twitter.com/rpsenador/status/1437893347214073856

Ultimas notícias